Obras Concluídas

Igreja de Santo Expedito, Paróquia N. S. Aparecida, Alto do Cacau, Ilhéus, BA


Início do apoio: junho/2014 – término do apoio: setembro/2014

A comunidade de Santo Expedito, pertence à paróquia de N. S. Aparecida, e foi fundada devido à necessidade de evangelização no Alto do Cacau.

No período de 1999 a 2005, o então pároco, Pe. Aldemiro Santos, fazia visitas às famílias do bairro e sentiu a necessidade de começar um trabalho de evangelização naquela área pastoral, fundando uma comunidade de fé, organizada com a colaboração de alguns seminaristas da Diocese de Amargosa que trabalhavam na paróquia. Desde a fundação desta comunidade, realizavam-se o Natal em família, campanha da Fraternidade, campanha missionária e círculos bíblicos. As festas de padroeiro aconteciam na praça da comunidade por falta de um espaço maior para acolher a todos.

No ano de 2010, a comunidade recebeu, da prefeitura de Ilhéus, a doação de um terreno, cujo alvará de construção foi conseguido em abril de 2013 e no final do mesmo ano, começaram a fundação da igreja de Santo Expedito.

A Comunidade Santo Expedito ainda não dispunha de número suficiente de colaboradores para a manutenção da obra. Foram realizados bingos, rifas e recebidas doações em material e em espécie, porém de forma inconstante, o que por vezes, levava a interrupção desta obra.

Em abril de 2014, Dom Mauro Montagnoli, bispo da diocese de Ilhéus, BA, juntamente com Pe. Joselito Pereira da Silva solicitaram à AASDA ajuda financeira para o término da construção.




Capela São Frei Galvão, Paróquia Santa Rita de Cássia, Alto da Conquista, Ilhéus, BA


Início do apoio: junho/2014 – término do apoio: junho/2014

Dom Mauro Montagnoli, bispo diocesano de Ilhéus, solicitou à AASDA um auxílio para a construção de uma capela, numa comunidade muito carente, localizada no Alto da Conquista, periferia de Ilheús.

Em 2011 a comunidade local, animada pelo pároco Pe. Joaquim Conceição da Silva, iniciou a construção da capela, em terreno da diocese, cedido graciosamente pelo bispo.

A comunidade se uniu em prol da construção de sua capela, realizando pequenas festas, venda de salgados e doces, rifas, campanha de doação de blocos e sacos de cimento, etc. Com todo esse esforço e empenho, conseguiu-se levantar a infra-estrutura até chegar à laje. Uma empresa construtora local fez a doação da laje. Outros benfeitores contribuíram com doação mensal.

Assim, um pedreiro fixo foi contratado e as pessoas da comunidade se organizaram em mutirões nos finais de semana para construir a capela.

Todo serviço foi acompanhado por um arquiteto que ofereceu gratuitamente seu serviço à comunidade.

A comunidade unida levantou as paredes, porém os recursos eram mínimos e foram minguando.

Sendo assim, a AASDA foi acionada para auxiliar para aquisição da estrutura para cobertura e telhas ecológicas.




Capela da Associação das Auxiliares Missionárias Bertoni – Instituto Secular de Leigas Consagradas


início apoio: maio/2013 – término apoio: maio/2013

O Instituto Secular de Leigas Consagradas é formado pelas servas de Jesus Sacerdote e acolhe as servas idosas que se dedicaram, solidariamente, no trabalho em várias pastorais.

A AASDA auxiliou na construção de parte da Capela do Instituto.




Igreja da Capelania Militar de São José, em Petrolina, PE


Início do apoio: novembro/2012 – término do apoio: novembro/2012

A Igreja da Capelania Militar de São José, em Petrolina, PE já estava em fase final de construção, mas precisava de alguns detalhes para inauguração. A missa de dedicação da capela foi celebrada pelo Arcebispo Dom Osvino José Both no dia 16 de dezembro de 2011. A AASDA contribuiu para aquisição dos Santos protetores da capela: duas imagens grandes de São José e de Imaculada Conceição, de aproximadamente 50 kg cada.

Endereço: Avenida Cardoso de Sá, s/n – Centro, Petrolina – PE.




Igreja de São Lucas, Paróquia Jesus Cristo Libertador, Comunidade S. Lucas, Residencial Cosmos, Campinas, SP


Início apoio: agosto/2012 – término apoio: fevereiro/2013

A Paróquia Jesus Cristo Libertador está situada na região do Campo Grande e já foi a maior da diocese com 28 Comunidades e cerca de 200 mil habitantes. A comunidade São Lucas constituiu-se no ano de 1996, a partir dos primeiros moradores que se encontravam em suas casas para reuniões, terços, celebrações e missas.

Por ser um bairro popular teve um rápido crescimento em sua população. Com isso, surgiu a necessidade de uma associação de moradores iniciada por membros da própria comunidade.

Trata-se de um bairro carente, porém a comunidade é muito participativa.

A AASDA aprovou auxílio para a fundação da obra. O auxílio foi interrompido em fevereiro de 2013, pois decidiu-se por alterações no projeto original, o que acabou alterando o valor aprovado para apoio.




Igreja Nossa Senhora Mãe da Misericórdia, Paróquia de São Marcos, Jardim São Marcos, Campinas, SP


Início do apoio: outubro/2011 – término do apoio: outubro/2011

As obras da Igreja Nossa Senhora Mãe da Misericórdia já tinham sido iniciadas quando a AASDA foi acionada. A comunidade é muito unida e esforçada, atributos determinantes para o apoio da AASDA. A igreja é pequena, porém bastante aconchegante.

Foi solicitado auxílio para a cobertura da igreja.




Igreja Nossa Senhora das Vitórias, bairro Nossa Senhora da Vitória no Pontal, Ilhéus, BA


Início do apoio: agosto/2010 – término do apoio: janeiro/2012

Outro auxílio solicitado por D. Mauro Montagnoli, bispo da diocese de Ilhéus, BA, foi para a continuidade da obra da igreja de Nossa Senhora das Vitórias, iniciada em 2008.

Pe. Ademir Lima Amaral, pároco responsável, esteve sempre muito envolvido com a comunidade para o andamento da obra.

A AASDA assumiu os custos do material para a cobertura da igreja como registrado no vídeo feito pela comunidade: https://www.facebook.com/video.php?v=386500931473266&set=vb.582695101782121&type=3&theater




Igreja São Judas Tadeu, Paróquia Sagrada Família, Campinas, SP


Início apoio: maio/2007 – término apoio: setembro/2011

A Sra. Maria Paula Pires, uma paroquiana do bairro Jardim do Lago, em Campinas, em visita à Oficina de Costura Santa Rita de Cássia, outra atividade apoiada pela A

ASDA, solicitou ajuda para construção de um salão em sua comunidade. Além disso, Dom Gilberto Pereira Lopes já havia sinalizado que a região, antes uma favela, era muito carente e não havia local para celebração de missas, catequese, reuniões, etc.

O pároco, na época, era Pe. Antônio Isao Yamamoto, sendo substituído por Pe. Leonardo Henrique Piacente.

A comunidade foi muito atuante e participativa na construção da obra. Todos se uniram em mutirão até o término da construção. A comunidade, inclusive, passou a colaborar com a AASDA como forma de solidariedade à obra conseguida.

A igreja de São Judas Tadeu foi a primeira obra realizada com recursos exclusivos da AASDA, sem apoio financeiro da Capelania S. Tomás de Aquino.




Salão Paroquial Irmã Margarida, Capelania Militar S. Tomás de Aquino, Bairro Jd Chapadão - Campinas, SP


Obra realizada integralmente com recursos da Capelania São Tomás de Aquino nos anos de 2001-2002

A Capelania S. Tomás de Aquino dispunha de uma capela muito bonita e singela, porém sua comunidade não possuía um salão para reuniões, confraternizações e nem salas para catequese.

As senhoras da Pastoral da Costura, exerciam suas atividades no mezanino da capela e as crianças tinham aulas de catequese nas salas da EsPCEx.

Resolveu-se, então, construir um espaço para essas atividades, além de cursos e palestras.

A pastoral da costura ganhou uma ampla sala para a execução dos kits de enxoval.

O novo espaço recebeu o nome de “Salão Paroquial Irmã Margarida”, uma irmã muito caridosa e querida pela comunidade.




Igreja de Santa Cruz, Paróquia São Pio X, Bairro Jd Santa Rosa/Parque Valença II - Campo Grande, Campinas, SP


Obra realizada integralmente com recursos da Capelania São Tomás de Aquino nos anos de 1998-2000. Após a conclusão da igreja N. S. Aparecida, no Jardim Eulina, em Campinas, SP e, sendo amplamente conhecida a realidade da comunidade carente da região do Campo Grande, também em Campinas foi iniciada, em 1998, a construção de uma segunda igreja: Igreja Santa Cruz, no bairro Santa Rosa.

Havia uma pequena capela centenária no local, que não mais comportava o número de pessoas, devido ao crescimento do bairro. A comunidade não tinha recursos para construir uma igreja nova. Com apoio financeiro da Capelania São Tomás de Aquino, a comunidade se uniu e se empenhou na campanha de solidariedade para levantar a sua igreja.

Atualmente, a igreja Santa Cruz é sede da Paróquia São Pio X.




Igreja Nossa Senhora Aparecida, Paróquia Santa Margarida, Jardim Eulina


Obra realizada integralmente com recursos da Capelania São Tomás de Aquino nos anos de 1994-1995

O auxílio à comunidade do Jardim Eulina aconteceu devido à proximidade com a paróquia São Tomás de Aquino, e por já serem realizadas diversas atividades com as crianças da comunidade como catequese, Natal e Dia das Crianças. Também havia bazares e o sopão semanal, além da celebração de missa e reza do terço nas residências de alguns dos moradores locais.

Padre José Carlos da Silva conseguiu um terreno no bairro, onde antes funcionava um lixão. Aí foi levantada a Igreja Nossa Senhora Aparecida para atender às pessoas do bairro.




Seminário dos Estigmatinos - Chácara do Vovô, Campinas, SP


Início do apoio: setembro/2007 – término do apoio: setembro/2017 O Religioso Estigmatino é formado em casas próprias da Congregação, isto é, em seminários. Ali ele recebe a formação religiosa. Nos colégios e faculdades recebe a formação intelectual. Diariamente, nas casas de formação, são vividos momentos fortes de intimidade com Deus através da Celebração Eucarística, da Meditação da Palavra (pessoal e comunitária), do Ofício Divino das Horas, Retiros e outras atividades. Nos fins de semana os seminaristas, como meio para enriquecerem sua formação, desenvolvem um trabalho apostólico (catequese, juventude, celebração da Palavra, cursos, formação de lideranças, etc.). Há ainda um tempo reservado para diversão e lazer. No Seminário dos Estigmatinos em Campinas, o futuro estigmatino faz o curso de Filosofia na Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCCamp. Nesta casa são vividas 2 etapas. 2 anos de Aspirantado e 1 ano de Postulado. Os pontos mais fortemente enraizados no carisma dos Estigmatinos são: a Formação da Juventude, a Pregação da Palavra de Deus e as Missões Populares Assim, os Estigmatinos existem na Igreja para serem:

  • Missionários Apostólicos a serviço dos Bispos
  • Pregadores da Palavra de Deus
  • Formadores da Juventude.
Todo Estigmatino deve realizar uma experiência mística com Deus que o leve a ser: Missionário Apostólico a serviço dos Bispos:
  • Numa DISPONIBILIDADE TOTAL (como a dos Apóstolos);
  • Com SERVIÇO GRATUITO (como Cristo Servo e até a totalidade (Cruz));
  • E em ESPÍRITO DE COMUNHÃO ECLESIAL (um só coração e uma só alma).
Para informações mais detalhadas sobre a Congregação dos Estigmatinos acessar: http://www.estigmatinos.com/congregacao/historia A AASDA colaborou na doação do sino para ser instalado no Seminário.




Capela Santo Antônio - Paróquia Nossa Senhora do Desterro - Diocese de Almenara, Jordânia, MG


Início do apoio: junho/2016 – término do apoio: junho/2016 Pe. Aleandro Santos Vieira ficou muito agradecido com a ajuda da AASDA na construção da Capela N. Senhora Aparecida Pinheira, no município de Bandeira, MG. Após a conclusão da obra, Pe. Aleandro fez questão de nos conhecer, fazendo-nos uma visita em maio de 2016. Pe. Aleandro entrou em contato com a AASDA, constrangido em pedir outro auxílio, agora para uma Capela já construída, a Capela Santo Antônio, da Comunidade Vila do Estrela, situada no município de Jordânia, também em MG. Essa capela apresentava sérios problemas no madeiramento, todo atacado por cupins e com profundas rachaduras nas paredes. Havia risco das paredes virem abaixo. Pe. Aleandro já havia conseguido uma boa ajuda com a prefeitura e outras pessoas solidárias e a AASDA ajudou na reforma do madeiramento e rachaduras.




Capela da Comunidade Nossa Senhora Aparecida-Pinheira - Paróquia Senhor Bom Jesus, Bandeira, MG


Capela da Comunidade Nossa Senhora Aparecida-Pinheira, Paróquia Senhor Bom Jesus - Diocese de Almenara e Capela Sagrada Família-João Gomes, Bandeira (zona rural), MG Início do apoio: agosto/2015 – término do apoio: abril/2016 A Paróquia Senhor Bom Jesus é uma das 17 paróquias da diocese de Almenara e encontra-se no município de Bandeira, MG. A Paróquia é formada por 15 comunidades eclesiais de base, sendo 5 na cidade e 10 na zona rural, todas ligadas por estradas de terra, sem asfalto e de difícil acesso. A paróquia Senhor Bom Jesus sempre foi assistida por padres de outras paróquias. Atualmente conta com a presença de um padre em todos os finais de semana. O pároco e o vigário paroquial moram em outra paróquia, à 64 Km de distância, na cidade de Jordânia, MG, devido à falta de estrutura física como casa paroquial, secretaria e salão paroquial. Pe. Aleandro Santos Vieira é o responsável pela paróquia. Os recursos são escassos e não há como ter um padre residente. Das 15 comunidades, apenas cinco têm capela ou sala, onde acontecem as celebrações, encontros de associações e outros. As que não dispõem de espaços próprios, reúnem-se nas casas dos paroquianos ou sob as árvores. A comunidade rural Nossa Senhora Aparecida Pinheira é uma comunidade com aproximadamente 30 famílias, agregados de fazendeiros ou pequenos proprietários, que vivem da agricultura e pecuária. Elas se reúnem semanalmente para encontros de reflexão bíblica, catequese e celebrações da Palavra e uma vez por mês para a celebração Eucarística. O sonho da comunidade sempre foi o de construir uma capela. Esse sonho e esperança aumentaram com a doação de um terreno por um membro da comunidade, dono de uma pequena propriedade. Um engenheiro solidário doou o projeto arquitetônico e estrutural de uma capela, com isso, toda comunidade ficou motivada e animada nos trabalhos e no empenho para a construção da capela. O bispo diocesano Dom José Carlos Brandão Cabral teve conhecimento da AASDA e entrou em contato para a possibilidade de ajuda financeira para a construção da capela para a comunidade dessa zona rural, muito carente de recursos humanos e financeiros, porém muito motivada e disposta a trabalhar em forma de mutirão para a construção da capela. A comunidade contou com o apoio da prefeitura que cedeu as máquinas para aplainar o terreno, pois a região é de morros e o terreno decido muito íngreme. A AASDA aplicou recursos na fundação e levante das paredes da obra. Pe. Aleandro empenhou-se em utilizar os recursos da AASDA da melhor forma, com economia e aproveitamento. A cada etapa da obra foi solicitada certa quantidade de material, e o material que sobrava foi trocado por outros itens, como cerâmica, argamassa, e janelas possibilitando, desse modo, ajudar outra comunidade a colocar o piso, trocar as janelas e a porta. Essa comunidade é a Sagrada Família, conhecida como João Gomes e também localizada na zona rural de Bandeira.




Igreja da Comunidade de São Pedro - Paróquia de N. Sra. de Nazaré, Arquipélado de Marajó, PA


Igreja da Comunidade de São Pedro, Paróquia de N. Sra. de Nazaré, Diocese de Ponta de Pedras, Vila de Jenipapo, Santa Cruz do Ararí, Arquipélado de Marajó, PA Início do apoio: agosto/2014 – término do apoio: janeiro/2015 A indicação dessa obra foi feita pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas, Dom Airton José dos Santos e ratificada por Dom Alessio Saccardo, bispo da diocese de Ponta de Pedras, em Santa Cruz do Ararí, Arquipélado de Marajó. Pe. Silvio Santos é o pároco responsável pelo projeto da obra da igreja. A Diocese de Ponta de Pedras é formada por seis paróquias numa longa extensão territorial que compreende parte do arquipélago do Marajó. Dentre essas seis paróquias está a paróquia Nossa Senhora de Nazaré, uma região de campos naturais e alagadiços, de difícil acesso. A paróquia Nossa Senhora de Nazaré contempla uma população carente de pouco mais de oito mil pessoas. Com a criação da paróquia, foi construída na vila de Jenipapo, uma pequena igreja em madeira, administrada pelos padres jesuítas. Com o surgimento das primeiras vocações marajoaras, os jesuítas se retiraram e a paróquia passou a ser administrada pelos padres diocesanos. Atualmente, a igreja tem capacidade para acolher duzentas pessoas, mas a comunidade tem crescido. A igreja é cinquentenária e o prédio necessitava de reformas urgentes, pois a construção de madeira encontrava-se deteriorada, além do clima da região ser extremamente quente e úmido, com ocorrências de chuvas ao longo do ano, o que agravava a situação. Os recursos de dízimo e ofertas não eram insuficientes para a obra de reconstrução, pois a condição econômica da população é de grande precariedade. Os paroquianos se esforçaram para ajudar a sua comunidade, apesar da maior parte da população viver da pesca artesanal, do trabalho de vaqueiro nas fazendas, do funcionalismo público e de aposentadoria. As obras precisaram ser realizadas num curto espaço de tempo, nos meses que antecedem o “inverno amazônico”, período do ano em que mais chove na região, com altos índices pluviométricos, entre os meses de outubro e abril. Foi necessário correr contra o tempo, driblando, também, a dificuldade de acesso ao local. Com a graça de Deus a obra foi concluída em junho de 2015, com a pintura de toda igreja.





CADASTRE-SE
LOCALIZAÇÃO

(19) 97132-2308

 

Rua Ministro Oscar Saraiva, 180, apto. 73, Jd. Paineiras

CEP 13092-342, Campinas, SP

CNPJ 09.419.071/0001-06

 

contato@aasda.org.br

© 2018 por AASDA todos os direitos reservados

Desenvolvido por